Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Na hora de voltar, sofre menos quem treinou em casa!
18/04/2020 13:10 em Novidades

  Alguns clubes na Europa já começam, a ensaiar um retorno às atividades. No Brasil a tendência deve ser seguida, mesmo ainda sem perspectiva de a bola voltar a rolar após a parada pela pandemia do novo coronavírus.

  Por isso, a Rádio Toque buscou especialistas na preparação física para saber como esse retorno deve ser feito. Para o ex-preparador físico declubes como Tupi, Goiás e São Bento de Sorocaba, Luís Augusto Alvim, vai sofrer menos quem se manteve mais ativo na quarentena.

  Segundo o fisiologista do Tombense, também com passagem recente no Carijó, Guilherme Stroppa, a orientação foi manter a forma com trabalhos diários. Mas isso depende das condições que cada atleta tem de realizar os treinamentos.

 Para Guilherme, quando as atividades dos clubes retornarem, pelo menos um mês será necessário para que os jogadores readquiram sua forma.

 Analisando o que vem sendo feito por um dos principais clubes do mundo, o alemão Bayern de Munique, Luís Augusto acredita que podem haver ganhos significativos mesmo que o elenco não possa treinar completo ao mesmo tempo. E o expediente pode ser replicado no Brasil.

 O foco, quando os atletas retornarem, será em trabalhos voltados para um dos pilares da preparação física, de acordo com Guilherme.

 As competições brasileiras estão paralisadas desde meados de março, ainda sem data definida para retorno. Na Europa, clubes alemães já retornam às atividades, dividindo o elenco em pequenos grupos e seguindo protocolos estritos para evitar aglomerações e a contaminação de seus atletas. No Brasil, Grêmio e Flamengo manifestaram a intenção de estudar e seguir essa orientações para também poder voltarem aos treinos, mesmo ainda sem um calendário de jogos previsto, a exemplo dos europeus.

 

   Decisões importantes

Nesta sexta-fera, dia 17, o Conselho da Conmebol tomou duas decisões importantes durante uma reunião por videoconferência:

    manter o formato atual das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar, em 2022, com 18 rodadas e pontos corridos. A ideia da Fifa e da Conmebol é começar as Eliminatórias entre 4 a 8 de setembro; inicialmente, as duas primeiras rodadas seriam em março;

         - encerrar a Copa Libertadores e a Copa Sul-Americana de 2020 no campo. As duas competições foram interrompidas em suas fases iniciais por causa da pandemia do coronavírus;

    - confirmar novamente a disputa da Copa América nos meses de junho e julho de 2021, na Argentina e na Colômbia.

     As decisões estão condicionadas ao retorno das atividades do futebol nos dez países que formam a Conmebol e à reabertura das fronteiras.

 

     Reportagem: Wallace Mattos e Pedro Sarmento - Toque de Bola - com informações complementares (das competições nacionais e internacionais) do globoesporte

 

 

 

 

 

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!