Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Juninho: "Não é o momento da Federação pensar em punir ninguém"
14/05/2020 18:47 em Novidades

   O Tupi encaminhou à Federação Mineira de Futebol ofício pedindo para deixar de jogar o Módulo 2 do Campeonato Mineiro sem que seja punido como previsto em regulamento. O clube juiz-forano deseja encerrar as atividades de seu departamento de futebol em 2020 por conta dos problemas financeiros enfrentados com a pandemia do novo coronavírus.

 O presidente do Carijó, José Luís Mauler Júnior, o Juninho, falou com exclusividade à Rádio Toque e explicou o porquê de ter decidido enviar a comunicação à Federação Mineira, mesmo sem conversar com outras equipes integrantes do Módulo 2. O mandatário do Tupi espera que a FMF não se oponha à desistência do clube da competição e, caso isso ocorra, cobra um posicionamento da entidade.

 

  Com dificuldades financeiras, o Tupi tem se virado para tentar sanar dívidas. No último dia 13, Juninho acertou metade dos salários de março dos jogadores. O presidente explica que até o fim de maio todos os contratos vencem, e o clube terá que encontrar maneiras de saldar os vencimentos de abril e os acertos de fim de compromisso. Tudo isso em um cenário, segundo o dirigente, de fuga de patrocinadores.

 

Pelo artigo 67 do Regulamento Geral de Competições da Federação Mineira, o clube que abandonar qualquer uma de suas disputas será automaticamente rebaixado para a divisão inferior e pode sofrer multa de até R$ 200 mil e dois anos de suspensão de qualquer torneio organizado pela entidade. Juninho pede que a Federação Mineira compreenda a situação do Tupi e não haja punição.

 

A Federação Mineira de Futebol ainda não respondeu à solicitação do Tupi para deixar a disputa do Módulo 2 do Campeonato Mineiro sem punições. A entidade já sinalizou que deseja a volta dos campeonatos estaduais, dos módulo 1 a 2, interrompidos no dia 15 de março por conta da pandemia.

  Em reunião recente com o Governo de Minas Gerais, o presidente da FMF, Adriano Aro, prometeu a elaboração de protocolos de saúde para o retorno do futebol no estado. A previsão otimista, segundo o mandatário é de que os torneios possam ser retomados em julho.

 

Reportagem e edição: Toque de Bola - Wallace Mattos e Pedro Sarmento

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!